domingo, 24 de junho de 2018

MASONIC LIFE by Ricardo V. Barradas






To be a mason is to have intimacy with God, to love the free life above all things and freedom of thought.

                                                                                                       RICARDO V. BARRADAS





terça-feira, 8 de maio de 2018

MASONIC LIFE by Ricardo V. Barradas.




The true Mason stands out in the society in which he lives, but not in the opulences, in the sumptuous garments, in the insignia of noble metals, and in the luxurious personal adornments now scattered throughout the body. The true brother of the Freemasons stands out, yes, but for his participatory humanitarian, charitable and philanthropic personality, for his proud citizenship in front of justice in the full path of freedom for all and everywhere in the world. Believer in the omnipresent, perfect and supreme light of the 
Great Architect.                                    RICARDO V. BARRADAS                                       
O verdadeiro maçom destaca se na sociedade em que vive mas não pelas opulências, pelas suntuosas vestes, pelas insignias em metais nobres e adornos pessoais de luxo ora espalhados pelo corpo. O verdadeiro irmão maçom destaca se sim mas pela sua participativa personalidade humanitária, caridosa e filantrópica, por sua altiva cidadania frente a justiça no caminho pleno da liberdade para todos e em todos os lugares do planeta. Crente na onipresente, perfeita e suprema luz do Grande Arquiteto.                                                                        RICARDO V. BARRADAS                                                              
                                                                                                                                                            

domingo, 6 de maio de 2018

MEDALHAS MAÇÔNICAS GOSP - GOB







MEDALHAS MAÇÔNICAS



G. O. S. P. 

Grande Oriente do Brasil


GRANDE MEDALHA COMEMORATIVA

80 Anos 

 1921 - 2001


REF MMP  843411 lpbrl



Note of Edition M M P

Our curator, the master brother of Dr. Ricardo V. Barradas, member of the Grand Orient of Brazil, in the State of Rio de Janeiro, of the Old and Accepted Scottish Rite can be considered one of the greatest specialists and current researchers of the Real Art and history of freemasons in Brazil and in the world. The success of this collection and its high visitation should be the untiring management of this prodigious operator of art.


PINACOTECA DO MUSEU PELICANO DO RJ - SIGAUD



Eugênio Proença Sigaud 



(1899, Santo Antônio de Carangola, RJ - 1979, Rio de Janeiro, RJ)

Em 1904 seguiu com a família para Belo Horizonte, onde se diplomou em Engenharia e Agronomia (1920). Em 1921, já no Rio de Janeiro, matriculou-se na antiga Escola Nacional de Belas Artes, como aluno de Modesto Brocos. Ao lado de Tenreiro, Dacosta e outros, integrou o Núcleo Bernardelli, criado em 1931. No ano seguinte, formou-se em Arquitetura pela ENBA. Com grande domínio técnico, transitou do óleo à encáustica, da gravura (ponta-seca) à têmpera, destacando-se como muralista. No Salão Nacional de Belas Artes conquistou medalha de bronze em 1936 e de prata em 1942 (esta última na Divisão Moderna). Participou da I Bienal de São Paulo, em 1951. Em 1972 realizou-se no Rio de Janeiro uma retrospectiva de sua obra (Galeria da Praça). José Roberto Teixeira Leite destacou sua importância na pintura brasileira do século XX: "Essencialmente pintor de temas sociais, dos quais empresta por vezes uma emoção e uma grandeza excepcionais, Eugênio de Proença Sigaud é também um dos artistas brasileiros mais fundamente tocados pelo impacto do elemento religioso, não sendo assim de admirar que suas pinturas de inspiração sacra, especialmente elaboradas para igrejas, revistam-se de uma profundidade e de uma gravidade raramente atingíveis entre nós." 


Muito raro e valioso desenho a tinta nanquim sobre cartão. 
Assinado pelo monograma e datado 30/11/67. 

7 X 11 cm

Com inscrição Desenho feito durante reunião Maçônica pelo Mestre.
O único exemplar conhecido do renomado artista maçom brasileiro
realizado durante uma sessão em uma oficina maçônica retratando 
um de seus pares, seu irmão, Venerável Mestre.












M M P - Pinacoteca - EPS 6654 8977 B





sábado, 28 de abril de 2018

MEDALHAS MAÇÔNICAS - ALEXANDRIA LODGE MASONIC




MOEDAS MEDALHAS

COMEMORATIVAS MAÇÔNICAS








MEDALHA MAÇÔNICA

THE GEORGE WASHINGTON MASONIC NATIONAL MEMORIAL

ALEXANDRIA LODGE 

1932

FREDERICKSBURG LODGE 4

1752


U.S.A.



M M P 844321  bhssd   XX18

  

MEDALHAS MAÇÔNICAS



MEDALHAS MAÇÔNICAS



79 ANNUAL CONCLAVE ROSA CRUZ

COVINGTON MAY 1926

GRAND COMD OF KENTUCKY

U.S.A.


M M P 45332  A  X8
 



Qajar Dynasty

Mozafar-al-Din Shah Qajar

12 JULY 1914 Ahmad Shah Qajar احمدشاه قاجار

The Shah Of Persia Visits England (1919)

quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

RELÍQUIAS MAÇÔNICAS DO MUSEU MAÇÔNICO PELICANO



RELÍQUIAS   MAÇÔNICAS 





Antigo e Raro Cálice Ritualístico Maçônico em Prata Francesa

FRANCO MAÇONARIA  seculo XIX



 Francomaçônico sec,xix


 Francomaçônico sec,xix




M M P  87884321009    009810




BIBLIOTECA MAÇÔNICA MUSEU PELICANO



BIBLIOTECA MAÇÔNICA 




MMP 7654  23100435




CANECA COMEMORATIVA DE ANIVERSARIO SALOMÃO 21




CANECA COMEMORATIVA DE ANIVERSARIO 

A.R.L.S.    SALOMÃO    21

GRANDE ORIENTE DO BRASIL

1833   -   2017

184 anos







ARLS Salomão 0021 G.O.B.



M M P  65644 43 

COMENDAS E MEDALHAS MAÇÔNICAS





COMENDAS E MEDALHAS MAÇÔNICAS 

GRANDE ORIENTE DO BRASIL

G O B

MÉRITO DOM PEDRO I






D. Pedro I do GOB



M M P 87882212  76001



domingo, 14 de janeiro de 2018

Hermes Rodrigues da Fonseca - Presidente da Republica



Marechal Hermes Rodrigues da Fonseca




Importante, valioso e histórico tapete persa de parede, de manufatura de Kirman Imperial confeccionado por encomenda para 
Sua Alteza Ahmad Shah Qajar, Xa da Pérsia - IRÃ que ofertou particularmente ao então Marechal Hermes Rodrigues da Fonseca  
em celebração, comemoração e 
 homenagem da posse do amigo como Presidente da República do Brasil. 
Reserva central apresenta o poderoso irmão maçom 
Marechal Hermes Rodrigues da Fonseca , 
 Presidente da República dos Estados Unidos do Brasil, 
no período de 1910 1914, em gravação na trama, bem como a Estrela da Republica, que o guarnece, 
ornada por bandeiras nacionais da República, 
emoldurados por exuberante barra floral tipica dos tapetes desta região que ornam os luxuosos salões dos Palácios Imperiais Persas. 

Peça de grande importância histórica, artística e, principalmente museológico, para a Histórica da Maçonaria, das Forcas Armadas e do 
Estado Republicano do Brasil, das Belas Artes. 

 1,54 x 0, 95 cm.

Coleção Particular do Rio de Janeiro.


CEDIDA TEMPORARIAMENTE AO

MUSEU MAÇÔNICO PELICANO DO RJ










Marechal Hermes Rodrigues da Fonseca

HISTORIA DA MAÇONARIA NO BRASIL 

HISTORIA DO BRASIL



MUSEOLOGIA MAÇÔNICA E BRASILEIRA 


Bilhete Postal feito a partir da alegoria
do
Grande e Majestoso Tapete Persa Kirman Imperial

Em 1911











MUSEU MAÇÔNICO PELICANO DO RIO DE JANEIRO 

segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

PINACOTECA DO MUSEU MAÇÔNICO PELICANO




MUSEU   MAÇÔNICO   PELICANO



GUIMA 

Gravura , 25 de 100 - assinada e datada de 1970


GUIMA
Pintor, desenhista, gravador e poeta maçom brasileiro.

Luis de Souza Guimarães, dito GUIMA 
(1927 Taubaté, SP – 1993 São Paulo, SP).

“(...) Guima é (...) adepto do figurativismo expressionista, ligando-se tematicamente ao supra-realismo de cunho fantástico.” (José Roberto Teixeira Leite, Dicionário Crítico da Pintura no Brasil, p. 240, Art Livre, Rio de Janeiro, 1988).
1950 – Foi morar no Rio de Janeiro.
1950 e 51 - Frequentou, na Escola do Povo, o curso de gravura de Carlos Werneck. Foi orientado pelos pintores Darwin da Silveira, Inimá de Paula e Luciano Maurício.
1954 – Estudou desenho estrutural e composição com Santa Rosa, no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro. Seguiu curso livre na Sociedade Brasileira de Belas Artes. Integrou o Clube de Gravura do Rio de Janeiro.
1958 – Instalou-se em São Paulo. Foi aluno de Darel Valença Lins (litografia) e de Marcello Grassmann (xilogravura) na Fundação Armando Álvares Penteado. Na Escola de Artes do Brasil aprendeu gravura em metal com Orlando Silva.

Exposições individuais, destacam-se :

1963 – Galeria Macunaíma, Rio de Janeiro.
1965 – Galeria Verseau, Rio de Janeiro.
1966 – Galeria Dezon, Rio de Janeiro.
1967 – Galeria Giro, Rio de Janeiro.

Participou de diversas mostras coletivas, como:

1953 – Salão da Juventude, Rio de Janeiro.
1954 – Salão Carioca, Rio de Janeiro.
1956 – Salão da Estrada, Rio de Janeiro.
1957- 69 – Salão Nacional de Arte Moderna, onde teve isenção do júri (1968), Rio de Janeiro..
1967 – Bienal de São Paulo.
1968 – Bienal Nacional de Artes Plásticas, Salvador.






terça-feira, 2 de janeiro de 2018

NUMISMÁTICA COMEMORATIVA MAÇÔNICA







NUMISMÁTICA

COMEMORATIVA MAÇÔNICA






10 GRAMAS .999 DE PRATA FINA

U S A 

GEORGE   WASHINGTON

MAÇONARIA





MMP  7677899  3231







COMENDAS E MEDALHAS MAÇÔNICAS




MEDALHAS MAÇÔNICAS




I CONGRESSO INTERNACIONAL

ACADEMIA MAÇÔNICA DE LETRAS

1 9 8 1

B R A S I L





MMP  657754  1987










XLVII CONCLAVE 

CAVALEIROS ROSA CRUZ 

A MAÇONARIA CONTRA A CORRUPÇÃO SOCIAL 

RIO DE JANEIRO

BRASIL



MMP  765544  emp 001